header-logo

Comunicações de marketing orientadas por inteligência artificial

Isenção de responsabilidade: o texto conforme exibido abaixo foi traduzido automaticamente de outro idioma usando uma ferramenta de tradução de terceiros.


Diversos países seguem exigindo comprovação de vacinação para uma viagem segura

Jul 22, 2022 7:11 PM ET

A evolução nos indicadores da crise pandêmica de Covid-19 pelo mundo, em especial a queda no número de casos graves e de óbitos, fez com que muitas nações removessem as exigências para a entrada e circulação de viajantes. Contudo, em outros países, ainda se faz necessária a apresentação de um documento comprobatório do status da vacinação contra Covid-19 para que o turista entre e circule sem restrições ou mesmo tenha que se submeter a quarentenas.

Portugal, por exemplo, já não exige a apresentação do teste negativo da doença, nem mesmo a comprovação da vacinação para entrar no país. Em contrapartida, Espanha, França e Holanda exigem ao menos o comprovante de vacina. O viajante precisa estar preparado para comprovar devidamente sua vacinação nestes países em que o documento é uma obrigatoriedade.

Para começar, é importante que o viajante se informe sobre as exigências do seu país de destino. Isso porque, alguns países exigem, além do comprovante de vacinação, a apresentação de um resultado negativo do teste RT-PCR, o preenchimento de um formulário específico ou a apresentação de uma declaração escrita. Além disso, há nações que não reconhecem ou têm regras específicas para vacinas usadas no Brasil, como a CoronaVac.

Já na França, aqueles que tomaram CoronaVac, que é uma vacina reconhecida pela OMS, mas não autorizada pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), devem ter uma dose adicional com uma vacina de RNA mensageiro, tal como a vacina da Pfizer.

De um modo geral, o documento que comprova a vacinação contra doenças é o Certificado Internacional de Vacinação (Conecte SUS”. A emissão é simples e gratuita e pode ser feita no referido site.

De acordo com Ricardo Mendonça diretor geral da


iCrowdNewswire
Tags:   Portuguese, Wire