header-logo

Comunicações de marketing orientadas por inteligência artificial

Isenção de responsabilidade: o texto conforme exibido abaixo foi traduzido automaticamente de outro idioma usando uma ferramenta de tradução de terceiros.


Estudo revela os principais caminhos para que uma empresa familiar tenha sucesso

Jul 19, 2022 7:17 PM ET

As empresas familiares representam hoje no Brasil a maior parte das organizações nacionais e, muitas delas, com resultados bastante expressivos em termos econômicos. Isso é o que apontam os resultados de uma pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em parceria com o Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) de 2020. Segundo a pesquisa, 90% das instituições brasileiras são familiares e, juntas, representam cerca de 65% do PIB nacional, sendo responsáveis por empregar 75% dos trabalhadores brasileiros. A pesquisa também destaca que elas se concentram na região Sudeste e os desafios que enfrentam no plano de sucessão, pois muitas não chegam à terceira geração, fator que preocupa especialistas.

Isso ocorre, em sua maioria, pela má gestão e por conflitos gerados entre os membros da própria família. No entanto, aquelas que resistem a este plano de sucessão, se mantêm firmes no mercado e seguem seu processo de expansão da marca e dos valores herdados pelos fundadores da mesma.

Para Barbara Ruíz, diretora de Marcas LLYC, "A família, por si só, não cria um legado. Este, tem que ser cultivado, tem que ser construído para que seja uma história de sucesso que permaneça além de personalidades específicas. A gestão adequada da marca e da comunicação é especialmente importante para desenvolver e proteger a reputação da empresa e o bom nome das famílias”. 

Mas o que determina o sucesso de algumas empresas familiares e o insucesso de outras? Quais passos uma empresa familiar deve seguir para alcançar o sucesso de suas operações? O estudo elaborado pela consultoria LLYC


iCrowdNewswire
Tags:   Portuguese, Wire