header-logo

Comunicações de marketing orientadas por inteligência artificial

Tecnologia neutrinovoltaica: conversão de energia cinética em eletricidade

Sep 7, 2021 3:00 PM ET

Sem um amplo fornecimento de eletricidade, a civilização moderna iria parar. Uma queda de energia de mais de algumas horas é suficiente para lembrar as pessoas que seu modo de vida depende desse recurso. Infelizmente, a geração de energia com combustíveis fósseis contribuiu para mudanças perigosas no clima da Terra. Há um reconhecimento crescente da necessidade de energia verde. Por várias décadas, as discussões sobre energia limpa se concentraram em três fontes: eólica, hidrelétrica e solar. Moinhos de vento e painéis solares tornaram-se características familiares na paisagem, mas esses geradores estão sujeitos a variações de vento e luz natural. Descobertas no mundo subatômico levaram a uma possível fonte de energia com maior consistência: o neutrino. O que é um neutrino? Os neutrinos são o subproduto natural de vários processos, como fusão nuclear em estrelas e decadência radioativa. Um grande número de neutrinos passam pela terra a qualquer momento. Por causa do seu tamanho, eles raramente reagem com matéria. No entanto, uma descoberta recente mudou a maneira como os cientistas estão pensando sobre essas partículas. Em 2015, dois cientistas confirmaram independentemente que os neutrinos têm massa. Takaaki Kajita do Japão e Arthur McDonald do Canadá receberam o Prêmio Nobel por seu trabalho sobre o tema. Outros cientistas fizeram uma nova conexão. De acordo com a equação de Einstein, onde há massa, há também energia. Produção de Eletricidade com Neutrinos No início, muitos pesquisadores descartaram os neutrinos como uma fonte de energia. Seu tamanho minúsculo tornou difícil acreditar que eles poderiam produzir energia. No entanto, o Neutrino Energy Group, liderado pelo CEO Holger Thorsten Schubart,adota uma abordagem diferente. Eles estão desenvolvendo tecnologia neutrinovoltaica com potencial para transformar a produção de energia em todo o mundo. Uma célula neutrinovoltaica consiste em finas camadas de grafeno e silício cuidadosamente colocadas em um substrato metálico. Quando essas camadas interagem com neutrinos e outras radiaçãos invisíveis, elas vibram horizontal e verticalmente. A célula então transforma essa pequena quantidade de energia cinética em eletricidade. A natureza dos neutrinos proporciona outra possibilidade de produção eficiente de energia. Uma célula fotovoltaica só funciona como uma única camada. A camada superior bloqueará a luz solar de qualquer coisa por baixo. Um gerador neutrinovolta pode ter várias camadas sem comprometer a potência potencial. Uma camada individual não absorve o neutrino, mas ressoa à medida que passa. Eventualmente, uma grande quantidade de energia virá de um espaço relativamente pequeno.

Comparando tecnologias neutrínvoltaicas e fotovoltaicas A maioria das pessoas hoje estão familiarizadas com os painéis solares pretos instalados em cima de edifícios. Estes geradores usam células fotovoltaicas para fazer eletricidade. Fótons do sol atingiram o painel e criam um fluxo de elétrons. Quando o sol está brilhando, os painéis oferecem uma fonte confiável de energia verde. No entanto, a eletricidade solar tem várias limitações. Os painéis solares dependem da luz solar, por isso não geram eletricidade à noite. A quantidade de luz solar disponível também varia ao longo do ano. Países do extremo norte têm longos dias nos meses de verão, mas mal podem ver o sol nas profundezas do inverno. Os neutrinos não têm as mesmas limitações. Eles passam por todos os pontos da Terra constantemente, para que possam ser usados para gerar eletricidade dentro e fora. A tecnologia neutrinovoltaica, portanto, é capaz de gerar energia sob a terra, revolucionando as operações subterrâneas. O Estado Atual da Energia Neutrínseca Quando a tecnologia solar começou na década de 1950, os cientistas pensaram que ela não teria aplicações práticas. Nos anos seguintes, a tecnologia tornou-se cada vez mais viável e acessível. A tecnologia neutrinovoltaica está em seus estágios iniciais, mas o Neutrino Energy Group está fazendo progressos substanciais passando da teoria para a aplicação prática. Após testes bem-sucedidos em um ambiente de laboratório, o grupo está procurando construir as primeiras células neutrinovoltaicas comerciais. O primeiro objetivo é aproveitar a tecnologia para eletrônicos menores, como smartphones e laptops. Com um pequeno painel embutido no dispositivo, eles carregarão em qualquer lugar a qualquer hora. Olhando para o futuro O Neutrino Energy Group está ampliando esse recurso energético sem fim para suprerar as necessidades de energia em expansão do mundo. A partir de dispositivos pessoais, eles trabalharão para desenvolver eletrodomésticos e automóveis movidos a neutrinos. Eventualmente, uma casa inteira receberá energia de neutrinos como muitos fazem com a energia solar hoje.  À medida que mais casas e dispositivos geram energia com células neutrinovoltaicas, as demandas na rede de energia diminuirão. As companhias de energia poderão gerar energia em menor tensão e maior eficiência. Essa mudança será um passo importante na redução das emissões de gases de efeito estufa na geração de energia. A fonte de eletricidade do futuro está passando por todos os pontos do planeta o tempo todo. O Neutrino Energy Group com a ajuda de cientistas de todo o mundo estão trabalhando para entender isso e levar a um mundo mais limpo com poder abundante.

Contact Information:

https://neutrinovoltaic.com/en/