header-logo

Comunicações de marketing orientadas por inteligência artificial

Dados apontam que índice de atividades turísticas avançou 11,9% em junho

Sep 6, 2021 7:05 PM ET

De acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada no dia 12 de agosto deste ano pelo Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice de Atividades Turísticas no Brasil subiu 11,9% no mês de junho, alavancado, essencialmente, por conta do crescimento na receita de organizações do segmento de transporte aéreo de passageiros (21,2%) e alojamento e alimentação (8,5%), incluindo hotéis e restaurantes.

As 12 unidades da Federação apresentaram taxas positivas, com destaque para Minas Gerais (+19,7%); Ceará (+16,7%); Distrito Federal (+14,4%); Pernambuco (+13,0%); e Rio de Janeiro (+12,4%). Em relação ao acumulado dos meses de maio e junho, o turismo apresentou um ganho de 43%.

De acordo com o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, o resultado aponta uma tendência de reaquecimento da esfera produtiva turística, partindo da vacinação em estágio mais evoluído contra a Covid-19 no Brasil. “Atuamos desde o início da pandemia em apoio ao setor de turismo. O avanço da vacinação no país, aliado à adoção de protocolos sanitários, têm possibilitado o retorno das atividades turísticas em todo o país, movimentando a economia e gerando mais emprego e renda para a população”, aponta o ministro.

O que mostra a PMS

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) apresenta, ao mês, indicadores que permitem acompanhar o comportamento do setor de serviços, o que inclui o turismo. A pesquisa segue cinco atividades centrais: serviços profissionais, administrativos e complementares; serviços prestados às famílias; serviços de informação e comunicação; transportes; serviços auxiliares aos transportes e correio; e outros. Em junho, a quantidade de serviços no país cresceu, no geral, 1,7% em relação ao mês de maio.

“Nos últimos três meses, houve um crescimento de 4,4% para o setor de serviços, o que o coloca 2,4% acima do nível pré-pandemia, ou seja, acima de fevereiro de 2020”, disse o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo. “Em junho de 2021, o setor de serviços se posiciona no maior patamar em cinco anos”, complementa.

Brasil está entre os três países em que a população mais deseja viajar em 2021

De acordo com pesquisa feita pela plataforma de reservas Booking.com, para 63% dos entrevistados no Brasil, viajar ficou ainda mais importante no momento atual se comparado com o que antecede a pandemia da Covid-19. A análise apresenta também que 3 em cada 4 brasileiros almejam muito fazer a próxima viagem, colocando o Brasil em terceiro lugar no ranking dos países que mais querem viajar no ano que vem, permanecendo em posição de empate com a Índia e ficando atrás apenas do Vietnã e Israel.

A pesquisa também percebeu que 18% dos brasileiros já estão se organizando para comprar vouchers de viagem para serem usados com amigos e família, e que 20% querem remarcar os roteiros a partir de créditos de viagens canceladas, no lugar de pedir reembolso. Também foi constatado que 42% planejam decidir por destinos menos visitados; 27% desejam acomodações independentes; e 16% querem acomodações em suas próprias cidades ou nas redondezas, a fim de dar suporte ao comércio local. Como alternativas para o turismo, já é observada, no mercado, uma variedade de propostas diferentes, como, por exemplo, a disponibilidade de pacotes para o Jalapão, local próximo à natureza e distante de aglomerações.


iCrowdNewswire
Tags:   Portuguese, Wire