header-logo

Comunicações de marketing orientadas por inteligência artificial

Manutenção preventiva e corretiva: quais os benefícios de uma boa gestão?

Aug 18, 2021 7:05 AM ET

Administrar recursos e manter o bom funcionamento da frota é o segredo para bons resultados. Dentro disso, é essencial ter uma boa gestão da manutenção da frota. Para entender por que isso é importante e de que maneira é possível fazê-la, primeiro é preciso estar atento às diferenças entre manutenção preventiva e corretiva.

A manutenção preventiva tem como objetivo manter os veículos nas melhores condições possíveis, como a partir de intervenções planejadas e executadas antes do aparecimento ou ocorrência de problemas. É esse tipo de conservação que evita despesas com a frota que não estavam previstas. A melhor forma de realizar a manutenção preventiva é através de um calendário fixo de conservação.

Já a manutenção corretiva normalmente ocorre em situações em que não existe um controle maior sobre a manutenção preventiva. Nos casos em que isso acontece, ela acaba por representar gastos maiores e “inesperados”, podendo causar prejuízos para a locadora de veículos. Os custos de uma manutenção corretiva são mais altos se comparados à preventiva, pois ela envolve a substituição não programada de peças, a mão de obra, além do custo de manter um veículo parado.

Há vários benefícios para empresas que fazem uma boa manutenção de frota. O primeiro deles é financeiro: sai mais barato fazer uma boa revisão e trocar apenas as peças necessárias do que ter que lidar com o imprevisto de um veículo quebrado. Saber quando um veículo precisará estar parado é melhor do que precisar dele na rua e não poder utilizá-lo.

Além disso, uma frota bem cuidada também perde menos valor, mantendo o patrimônio da empresa em alta. Um outro benefício de uma manutenção bem feita é a garantia de uma maior segurança, pois diminui o risco de acidentes.

Redução da ociosidade – mais veículos circulando é sinônimo de maior retorno – maior duração dos veículos – é melhor prolongar a vida útil da frota do que ter que comprar novos veículos – e a melhoria na performance – carros com manutenção em dia rodam mais e apresentam melhor rendimento – também são fatores que indicam a necessidade de uma manutenção de qualidade.

A gestão da manutenção de frotas deve conhecer bem os veículos e o que acontece com eles para saber o momento de ajustes e trocas de peças. Dessa forma, o planejamento de gastos fica mais eficiente. Para fazer isso, um sistema de gestão que auxilie no controle de revisões programadas pode ser a solução. Além disso, é importante categorizar os veículos da frota. Desenvolver um plano de manutenção de veículos por categoria auxilia no gerenciamento das revisões.

Para isso, sugere-se a automatização desses processos a partir de um software de gestão, como o LOCAVIA. O sistema ajuda na identificação dos principais problemas e na administração da locadora de veículos.


iCrowdNewswire
Tags:   Portuguese, Wire